COMENTE

Sua opinião é importante. Comente, critique, sugira, participe da discussão.

sábado, 21 de dezembro de 2013

AS FLORES DE NATAL

 
Por Luiz Carlos Amorim - Escritor - Http://www.prosapoesiaecia.xpg.com.br  

 

   Nós, da região litorânea norte do estado de Santa Catarina, nem precisamos nos dar ao trabalho de enfeitar uma árvore no Natal. Em fins de outubro, início de novembro, no auge da primavera, os jacatirões começam a florescer, prenunciando o verão, anunciando a festa maior da humanidade.
   E em dezembro, o que vemos é um espetáculo grandioso de cor e beleza: nossas matas, nossos caminhos e encostas estão totalmente enfeitados por milhares de árvores que substituíram suas folhas por incontáveis flores que oscilam entre o branco e o lilás, resultando, à distância, um matiz avermelhado misturando-se ao verde.

   Por isso, não é preciso enfeitarmos outras árvores: é só abrirmos nossas janelas e olharmos para a encosta mais próxima, para o arvoredo ao lado e até para o jardim do vizinho, que temos as árvores mais bonitas, as mais coloridas, presentes de Mãe Natureza nos nossos Natais.

   E os novos anos entram ornados pelas tantas flores do jacatirão e pelo sol de verão, fazendo com que possamos, realmente, ter esperança de dias melhores e enfrentar com mais alegria os tempos difíceis que atravessamos e que poderão ser diferentes, se soubermos olhar e ver as coisas boas que perduram.

   Sim, porque é preciso saber olhar para ver: se ficarmos apenas a lamentar e não pararmos para olhar as flores à beira do caminho, se não soubermos vê-las, como perceber que o mundo ainda é bonito e que vale a pena estar aqui?

   Tomara que o progresso não acabe com os nossos jacatirões, para que eles continuem explodindo na primavera, enfeitando nossos verões, descortinando esse espetáculo esfuziante de caminhos coloridos com tanta árvore-flor...
    Alguém percebeu que, com a duplicação da BR 101 desapareceram quase metade dos jacatirões que existiam à margem da estrada?

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário