COMENTE

Sua opinião é importante. Comente, critique, sugira, participe da discussão.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

A DANÇA E O FESTIVAL

Por Luiz Carlos Amorim – Escritor – http://www.prosapoesiaecia.xpg.com.br/

Como já havia anunciado, estive em Joinville no final de semana e vi o festival de dança nas ruas, nos shoppings e no palco do Centreventos. A programação de todos os dias tem sido muito boa, mas a do domingo, particularmente, estava ótima: clássico e jazz.
O que me chamou a atenção, além da beleza da dança, foi o local onde é apresentada a mostra competitiva, o Centreventos Cau Hansen. A inclinação das cadeiras não é suficiente, de maneira que o espectador que não está nas arquibancadas precisa ficar esticando o pescoço para não perder nada, pois as cabeças dos que estão nas filas em frente podem obstruir o espetáculo que está rolando no palco. Além disso, alguns espectadores, apesar de ser anunciado, antes de começar a primeira e a segunda parte do espetáculo, que não é permitido fotografar ou filmar, colocam a filmadora acima da cabeça e então quem está atrás não consegue ver nada. Falta educação e desconfiômetro.
Acontece que o Centreventos foi construído especialmente para abrigar o Festival de Dança. Por que então, ainda hoje, a platéia senta em cadeiras de plástico, que não tem a inclinação necessária, como um teatro de verdade? Claro, vão me responder que o Centreventos não é apenas um teatro, é quase um anfiteatro, não serve apenas para abrigar o Festival de Dança ou outros espetáculos, serve para esportes, também.
Ora, o local teria sido feito para que o Festival de Dança tivesse um local apropriado para ser apresentado. Por que não foi construído adequadamente?
Que se fizesse um ginásio anexo, pois há muito espaço, mas preferiram economizar, tentando colocar todo e qualquer evento no mesmo lugar. E, cá pra nós, não me lembro de ter visto alguma notícia de realização de evento de esporte naquele local.
Já ouvi falar que Joinville pretende construir um novo teatro para o Festival, que o Centreventos já está ficando pequeno. Primeiro, o Centreventos não é pequeno, a verdade é que não é apropriado. Segundo, esperemos que, se construírem um novo teatro para o Festival, que ele seja construído dentro das especificações mínimas necessárias para um bom teatro.
Em tempo: no Centreventos existe um teatro, de capacidade menor, o Juarez Machado.

______________________________________________________

CAIXINHA DE MÚSICA

Luiz Carlos Amorim

Qual grande caixa de música,
a cidade, de sons e cores,
é, também,um grande palco:
a emoção, bailarina,
vibra dentro de todos
e a música é poesia
na ponta das sapatilhas...

3 comentários:

  1. Excelente artigo com observações pertinentes e importantes. Parabéns Amorim!
    Abraço da Fatima de Laguna.

    ResponderExcluir
  2. Voltei para dizer que "Caixinha de Música" está
    o poema perfeito para traduzir o Festival de dança de Joinville. Parabéns. Abraço daqui. Fatima

    ResponderExcluir
  3. Fátima, que bom ter você de volta aqui no blog. Seja bem-vinda.
    Abraço do Amorim

    ResponderExcluir