COMENTE

Sua opinião é importante. Comente, critique, sugira, participe da discussão.

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

RIO MANSO, BELEZA E ECOLOGIA

 
 
 
   Por Luiz Carlos Amorim – Escritor – Http://www.prosapoesiaecia.xpg.com.br

Eu conheço muito pouco o interior de Jaraguá do Sul. Fui visitar, recentemente, a convite de Márcio Ceccato, a Estrada Geral Ribeirão Manso. É uma estrada que acompanha, em alguns trechos, o Rio Manso, atravessando Jaraguá até Campo Alegre.

O caminho é longo e bonito e o rio, chamado Manso, é belíssimo. Mas de manso não tem muito, pois o leito caudaloso, na descida da serra, é usado para canoagem e outros esportes radicais. Há, também, cachoeiras e uma antiga represa. A natureza é exuberante e o ecos-sistema parece protegido.

Já houve, sim, intenção de usar o rio e o vale para instalar uma PCH – pequena hidrelétrica, num dos trechos mais belos do rio, onde há mais declive e as corredeiras são mais fortes. Um empresário da região pretendia conseguir autorização para construir a PCH, mas ele faleceu há mais ou menos um ano e não se falou mais no assunto. E é bom que a hidrelétrica não seja mais lembrada ou cogitada, pois não seria bom para aquele belíssimo lugar, represar a água do Rio Manso iria transfigurar a floresta nativa e o próprio curso dágua.

E lá no alto da serra do Manso, encontra-se a Fazenda Leão da Montanha, um tributo de beleza àquele paraíso natural. Um grande chalé e uma casa para receber visitantes, lagos, trilhas, cascatas, mata atlântica, o rio serpenteando pelo terreno formam um quadro perfeito. É um lugar perfeito para se admirar a natureza e os donos da fazenda tornaram-no ainda mais bonito. São seiscentos mil metros quadrados de natureza e ecologia.

Vale a pena conhecer esse oásis de tranquilidade e encantamento no alto da serra do Manso.

Um comentário:

  1. Sabe me informar mais sobre o empresário que queria construir a PCH? E se o projeto ainda está de pé?

    ResponderExcluir