COMENTE

Sua opinião é importante. Comente, critique, sugira, participe da discussão.

sexta-feira, 1 de março de 2013

RESGATAR A LITERATURA CATARINENSE


   Por Luiz Carlos Amorim – Escritor – Http://www.prosapoesiaecia.xpg.com.br

A Fundação Catarinense de Cultura anunciou, recentemente, a continuidade de alguns projetos culturais que foram abandonados há alguns anos. É alvissareiro ter a promessa do Estado que o Prêmio nacional Cruz e Sousa, um dos concursos literários mais importante do país, vai ser resgatado mais uma vez. É importante saber que o Edital para escolha de livros de autores catarinenses que serão distribuídos para as bibliotecas municipais vai sair de novo.

A última edição do Prêmio Cruz e Sousa foi em 2009. Esse concurso é um dos mais importantes, senão o mais importante, porque projeta o Estado de Santa Catarina no cenário  literário do país. Então é hora de reeditá-lo, é hora de resgatar um dos projetos culturais que deveria ser mais valorizado pelo poder público. Deveria ter, até, uma edição todos os anos.

O Edital de Aquisição de Livros, da Comissão Catarinense do Livro é promovido pelo Governo do Estado e vai selecionar e adquirir obras de autores catarinenses ou residentes há mais de dez anos em Santa Catarina. Deverão ser selecionadas até dez obras, que terão 300 exemplares de suas tiragens compradas e distribuídas para bibliotecas públicas municipais. Essa, na verdade, é Lei Grande, que existe há uns 20 anos, mas não vinha sendo cumprida há muito, muito tempo. Teve uma edição em 2009 e deveria ser levada a efeito todos os anos, mas essa vai ser a terceira edição. Esperamos que engrene daqui para diante.

Independente disso, a Fundação Catarinense de Cultura promete, também, publicar livros de novos escritores catarinenses através da FCC Edições. Essa é uma promessa das mais promissoras, pois pode revelar novos talentos nas letras. O que se espera é que os livros editados não sejam das mesmas figurinhas carimbadas de sempre, ligadas ao Estado.

São projetos importantes para a cultura catarinense e para os produtores da arte literária. Que o Estado cumpra a intenção de coloca-los em prática.

Nenhum comentário:

Postar um comentário