COMENTE

Sua opinião é importante. Comente, critique, sugira, participe da discussão.

segunda-feira, 27 de maio de 2013

ESCRITORES E LEITORES


                                    Por Luiz Carlos Amorim – Escritor – Http://www.prosapoesiaecia.xpg.com.br

Temos um ótimo tema para debate, sugerido pelo grupo Varal do Brasil: existe, atualmente, mais escritores do que leitores? Bem, neste nosso Brasilzão de Deus, a verdade é que é bem possível que existam mais escritores do que leitores. Com o advento da internet, a produção de textos e de poemas intensificou-se, pois o espaço democrático não garante que todos que lá depositam sua literatura sejam lidos, mas possibilita a publicação. A publicação de um livro é bastante difícil, pois as editoras não tem muito interesse em investir em tantos escritores novos como os há, elas só arriscam se o autor é muito bom e se, de repente, já estourou em outra mídia. E para o próprio autor pagar a edição do seu livro é preciso ter um certo capital ou se dar bem em algum concurso literário.

A verdade é que, como grande parte dos leitores são os escritores, teoricamente o número de leitores deveria ser maior, já que deveríamos somar os leitores/escritores aos leitores que não são escritores. Como, infelizmente, há “escritores” que não leem, que só leem os seus escritos, então a possibilidade de que realmente o número de escritores seja maior do que o de leitores pode ser real.

Mas podemos mudar isso, se nós, os escritores, formos às escolas conversar com os estudantes, leitores em formação, apoiar os professores, levando nossa literatura até eles e ajudando, assim, a incutir o gosto pela leitura.

3 comentários:

  1. Boa noite!

    Escrevo para parabenizá-lo pelo belíssimo texto. Fiquei muito feliz, cheguei da escola a pouco e já estou com saudade de encontrar meus alunos para ler esta crônica. O reconhecimento é mútuo e nos faz ter forças para continuarmos a missão. Sou uma pessoa simples, que logo após ter terminado a faculdade descobri que minha primeira filha havia sido diagnosticada por uma doença raríssima conhecida como "Síndrome de Fanconi", deixei o sonho de ser professora para cuidar dela, vivia correndo para a capital BH e quando ela estava em fase terminal da doença descobri que estava grávida da segunda filha. A 1a filha faleceu e após 20 dias a segunda nasceu descobrimos a doença e após tratamento veio a falecer. Hoje tenho 38 anos não tenho filhos sou casada a 17 anos e me tornei palestrante. Vou a faculdades, ECC e a qualquer lugar que me convidam, faço este trabalho voluntariamente porque isso é que me faz a continuar a viver, amo a vida, amo a Deus e amo ser professora. Após 5 anos voltei a dar aulas, não sou efetiva, apenas contratada mas independente do que sou procuro fazer o meu trabalho e ensinar a esses alunos a serem pessoas melhore, essa é a minha obrigação. Minha história da até tema para um livro, quem sabe com o título "Vivendo com dois anjos", mas posso apenas agradecer o carinho e dizer que continuar, sendo persistentes na missão, é realmente gratificante.

    Tenho uma boa noite. e até mais!

    Gabrielle batista 26 de maio de 2013 15:04

    Oi meu nome é Gabrielle tenho 12 anos e sou aluna da professora Edna.

    Estou adorando o trabalho dela sobre crônicas e gostando dela ler todos os dias uma crônica do senhor.

    Quero agradecê-lo por ter feito uma crônica para nossa classe e nós adoramos muito.

    Também quero parabenizá-lo pelo trabalho bonito que o senhor faz,continue fazendo e criando crônicas tão belas.

    Tenha uma boa tarde! Beijos

    ResponderExcluir
  2. Boa noite!

    Gostei muito desta crônicas, pois os alunos tem muitas dificuldades com a escrita e quem sabe se o escritor for até eles, com certeza seria um grande incentivo.

    Ah! já ia me esquecendo, eu e uma aluno deixamos um comentário para o senhor e espero que tenha lido!

    Edna Matos (Professora)

    ResponderExcluir
  3. Eu li os comentários, obrigado a vocês pelo prestígio ao blog. São sempre bem-vindos. Um grande abraço a todos.
    Amorim

    ResponderExcluir