COMENTE

Sua opinião é importante. Comente, critique, sugira, participe da discussão.

domingo, 5 de junho de 2011

LIXO RECICLÁVEL

Por Luiz Carlos Amorim – Escritor – Http://www.prosapoesiaecia.xpg.com.br

Gostaria de esclarecer trecho da minha crônica “O lixo e o plástico biodegradável”, publicada no Jornal A Notícia, na última sexta e também aqui no blog. Trata-se de: “E não podemos deixar os sacos na calçada indefinidamente, pois os catadores passam antes do caminhão, procuram somente o que lhes interessa – geralmente latinhas de alumínio – e largam o resto pela rua, às vezes na frente da casa da gente.”

O fato é que me referi aos catadores que passam na minha rua, Celso Bayma, que fazem o relatado, o que tem acontecido repetidas vezes. Não sei se eles são sindicalizados e quero frisar que tenho o maior respeito pelo trabalho que os catadores de lixo fazem, pois eles são parceiros importantíssimos na retirada de recicláveis do meio ambiente para se transformarem em produtos usáveis novamente. Então reitero àqueles que fazem esse trabalho com responsabilidade, todo o meu respeito e admiração e afirmo que não há, na minha afirmativa da crônica, nenhum preconceito contra os trabalhadores que recolhem recicláveis, por exercerem uma atividade tão louvável. Mas que há pessoas que escolhem um ou outro reciclável e espalham nosso lixo pela calçada e pela rua, isso há, na minha rua e nas ruas vizinhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário