COMENTE

Sua opinião é importante. Comente, critique, sugira, participe da discussão.

domingo, 17 de fevereiro de 2013

VALORIZAÇÃO DA CULTURA


Por Luiz Carlos Amorim - Escritor - Http://luizcarlosamorim.blogspot.com  


Quando o atual prefeito de Florianópolis assumiu a Fundação Catarinense de Cultura, fiz questão de escrever um artigo colocando fé na atuação dele. Pena que o tempo foi pouco frente àquela entidade, então não deu pra fazer muito.

Agora que ele assumiu a prefeitura, quero reafirmar a esperança de que ele atue firmemente para resgatar a cultura em Florianópolis. Há muito a ser feito, pois a cidade esteve abandonada em todos os sentidos nesses últimos anos.

Então eu peço a atenção do prefeito para a Cultura. A Fundação Franklin Cascaes tem alguns editais em ser, para teatro, dança, oficinas de arte. Mas não havia nada específico para a área de literatura. Ano passado, finalmente, foi criado o Edital de Apoio às Culturas, através do Fundo Municipal de Cultura e da Fundação de Cultura Frankin Cascaes, equiparando finalmente a capital a outras tantas cidades do Estado que já tinham seu edital de cultura.

Em 2012 houve uma edição do edital de cultura de Florianópolis, embora tenha sido pouco divulgado. O edital, que é uma seleção pública para a concessão de recurso financeiros para projetos artísticos e culturais, teria contemplado as seguintes áreas: Artes Visuais; Música, Dança, Teatro, Leitura, Literatura e Livro, Circo, Cultura Popular, Cultura Afro-brasileira e Negra, Cultura Guarani e Patrimônio Cultural. Um edital que se dedica, também, ao fomento da leitura, literatura e livros.

Então, senhor prefeito, contamos com a continuidade desse edital, contamos com uma edição dele a cada ano, daqui pra frente, contamos com mais incentivo à cultura em Florianópolis.
O senhor representa uma esperança para a cultura da cidade. O senhor sabe quantos grupos e associações literárias existem na cidade? Quantos escritores? Quantas publicações literárias? Contamos com o senhor e estamos à disposição para ajudar, se preciso for.


Chamo, também, a atenção do senhor prefeito para a Câmara Catarinense do Livro, que precisa do apoio do Estado e do município para fazer uma boa Feira do Livro. Também as feiras do livro de Florianópolis estão fraquinhas, enquanto as de Jaraguá do Sul, de Joinville e de outras cidades tem se revelado grandes eventos culturais, trazendo convidados de renome nacional e agregando muitas atrações paralelas. A capital precisa de uma grande feira do livro.

E há, ainda, o Projeto Floripa Letrada. Que perdeu o gás e está com as estantes vazias, nos terminais de ônibus. Que foi abandonado pela gestão anterior. Precisa de uma injeção de ânimo. E de livros.


Nenhum comentário:

Postar um comentário