COMENTE

Sua opinião é importante. Comente, critique, sugira, participe da discussão.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

ESCOLA PÚBLICA E UNIVERSIDADE PÚBLICA

Por Luiz Carlos Amorim – Escritor – http://www.prosapoesiaecia.xpg.com.br/


Falou-se muito, recentemente, no gasto astronômico da verba para a educação no ensino universitário, em detrimento do ensino fundamental. O MEC destina quase a totalidade dos recursos destinados à educação no ensino superior e quase nada no ensino de base. Não vou citar porcentagens, nem nomes de pesquisadores ou de revistas que publicaram as denúncias, pois é lastimável comprovar uma constatação que não é de hoje.


O governo usa o dinheiro público para beneficiar estudantes universitários que poderiam pagar, enquanto aqueles que não podem pagar ficam de fora. Ah, diriam alguns, mas porque aqueles que não podem pagar não passam no vestibular da universidade pública? Ora, porque esses não podem pagar ensino fundamental e de segundo grau em escolas particulares, nem cursinhos pré-vestibulares. E justamente o ensino fundamental e também o de segundo grau, relegados a último plano, é que estão sucateados, não dando base para os alunos que saem deles para fazer um bom vestibular ou um bom Enem (argh!).

As escolas públicas, além de pagarem pouco aos professores, estão mal equipadas, sem manutenção, sem segurança, sem qualidade de ensino. Não é via de regra, mas grande parte dela está nessas condições. Então os alunos que saem dela e não logram êxito nos testes para adentrar a universidade pública, acabam dando lugar àqueles estudantes que podem pagar escola particular e que poderiam pagar, também, o ensino superior.

Há quem defenda a cobrança da universidade pública. Se considerarmos que a grande maioria que estuda lá pode pagar, isso seria justo. Mas o que aqueles menos favorecidos que querem e precisam estudar esperam, é que a educação brasileira mude e seja mais coerente, mais justa na distribuição dos recursos que, na verdade, saem não só do bolso do aluno da escola particular, mas também de todos os outros, porque todos pagamos impostos. É preciso que a qualidade da escola pública melhore, que se dê mais qualidade a ela, que ela seja melhor equipada, que se pague melhor os professores e que eles sejam qualificados, para que os estudantes que saem dela possam ter acesso à universidade pública.

Um comentário:

  1. Isso é verdade , mais o que mais me deixa indgnada , é o pouco investimento na educação base, já está comprovado que o ensino básico é o mais importante ,o fundamental tb , e o ensino médio então , e parece que é no ensino médio o trem desanda de vez , existe uma pessima destribuição de verbas e se isso não melhorar nunca chegaremos a um patamar bom de desenvolvimento.

    ResponderExcluir