COMENTE

Sua opinião é importante. Comente, critique, sugira, participe da discussão.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

A VALORIZAÇÃO E A FALÊNCIA DA SAÚDE

Por Luiz Carlos Amorim – Escritor – http://www.prosapoesiaecia.xpg.com.br/


Acabo de receber uma mensagem da minha amiga e conterrânea,a professora Mariza Schiochet, com fotos da festa realizada na Casa do Adalto, em Joinville, para as crianças com câncer. Como ela mesmo disse, foi uma festa de esperança, de amizade, de solidariedade e de esperança. A Casa do Adalto é uma casa de apoio à criança com câncer e a professora Mariza é a pessoa que mobilizou as escolas onde trabalha e a sua comunidade para tornar a ala de Oncologia do Hospital São José um lugar mais alegre, mais aconchegante, mais humana. Ela é gente que faz. Além de ser uma grande professora, Mariza é um ser humano incomensurável. O adjetivo parece fora de lugar, mas é isso mesmo.

Então vendo esse trabalho de humanização da professora Mariza, não pude deixar de me lembrar das denúncias contra o abandono do Hospital Celso Ramos, aqui em Florianópolis, exatamente o oposto do que acontece em Joinville. Alguém filmou, com uma câmara fotográfica, a situação caótica do hospital e a gravação foi parar na televisão. Banheiros sujos de sangue, muita sujeira, doentes pelos corredores, falta de atendimento, etc. etc.

E u poderia até achar que é exagero, que poderiam ter maquiado o lugar para denunciar. Mas eu já estive naquele hospital e sei que o que mostraram é verdade. E há muito mais. Os pacientes não mal atendidos porque não há pessoal suficiente para trabalhar, não há suprimento, muitas vezes e não há equipamento.

A gente que acompanha um paciente procura ajudar, para amenizar, como levar suprimento que o hospital não tem, comprar um colchão para evitar que as costas dos pacientes virem feridas, pois o hospital não os tem em número suficiente, atender pacientes que precisem de ajuda para ir aos minúsculos banheiros, até curativos a gente ajuda a fazer.

O Secretário da Saúde do Estado foi chamado para uma entrevista na televisão, mas não foi, mandou um preposto, que afirmou que não é bem aquilo que foi mostrado, que aquelas imagens não são o espelho do que acontece no hospital, e assim por diante. O que nos deixa mais indignados é esse descaso do governo para com a saúde, assim como também pela educação e pela segurança públicas.

O Hospital Celso Ramos foi reformado, recentemente. Mas reformaram e não colocaram pessoal suficiente para trabalhar, não estão suprindo a casa com equipamentos e tudo o que é necessário para o bom atendimento para os pacientes, que são tratados como se estivessem sendo atendidos de favor, como se o Estado estivesse dando alguma coisa de graça para os seus usuários.

Senhor governador, está na hora de olhar para o Celso Ramos, para a saúde de nosso Estado. Já está completando um ano que o senhor está no comando. Que em 2012 nós vejamos o senhor tomando providências para que este cenário mude. Para melhor.

3 comentários:

  1. Amorim, você fez cair lágrimas de emoção. Sou feliz pois tenho amigos comigo como você ou seja "mermão do coração" obrigada. Sonho que neste Natal as pessoas doentes sintam o doce hálito de Deus. Mil BJs

    ResponderExcluir
  2. Iracema, que bom tê-la aqui de volta, menina. Volte sempre. Mariza, irmã de fé,se você não existisse alguém tinha que inventá-la. O mundo não seria o mesmo sem você.
    Abraço pras duas do Amorim

    ResponderExcluir