COMENTE

Sua opinião é importante. Comente, critique, sugira, participe da discussão.

sábado, 13 de fevereiro de 2010

A PCH EM CORUPÁ

Por Luiz Carlos Amorim – Escritor – Http://www.prosapoesiaecia.xpg.com.br

Estamos em fevereiro e me ocorre que a audiência pública para a aprovação ou não do projeto que pretende criar uma PCH (pequena central hidrelétrica) no Rio Bruaca, em Corupá, foi prometido, ano passado, para este mês.
Essa audiência é importante, para que o povo e as lideranças políticas da cidade se manifestem quanto à aprovação ou não da construção de barragem, desvio do rio Bruaca para o ribeirão Correias, diminuindo assim drasticamente a água da Cachoeira Bruaca, a mais visível de Corupá, sem contar com a devastação de áreas preservadas, com abertura de estradas para transporte de matéria prima para a construção e instalação de linhas de transmissão.
O relatório de estudo dos impactos ambientais – que fatalmente ocorrerão – estava previsto para ser entregue em outubro do ano passado, mas até agora não foi publicado. Ou foi?
Além dos problemas já citados, como seria feita a comercialização gerada na pequena hidroelétrica? Essa energia estaria disponível para consumo da cidade? Como seria feita a integração para fornecimento entre a Celesc ou outra empresa que comprasse a eletricidade e a PCH?Essas são algumas das perguntas de pobres mortais leigos no assunto, como eu, que não foram respondidas ainda, pois o relatório de impactos ambientais, que deveria esclarecer esses e outros pontos, não está disponível.E o patrimônio ecológico e natural da cidade, do qual faz parte a Cachoeira da Bruaca, a primeira de dezenas delas que todos podemos ver quando estamos chegando à cidade e que terá o volume de água diminuído, fazendo-a desaparecer em algumas épocas do ano?
É preciso que a sociedade se organize, para estudar muito bem os prós (há algum?) e os contras da construção de uma PCH em Corupá, o Vale das Águas, cujo principal cartão postal é a Cachoeira Bruaca, que corre o risco de desaparecer.

3 comentários:

  1. Fala sério.. Corupá NÃO PRECISA DE UMA PCH!!! Falta energia por aqui? NÃO!
    Alguns homens foram na minha escola para criar um ''Debate'' sobre o assunto,para expressarmos nossas opiniões. Mas não foi isso que ocorreu. O que eu pude ver foi um sujeito sem respostas, que a cada minuto perdia o respeito que aprendi a ter com as pessoas. De jeito nenhum aquilo foi um debate, nem em marte. Nossa opinião foi tratada como lixo. É revoltante. Que ele aprenda a debater, e depois volte a se pronunciar em publico, e não venha dizer asneiras perante à todos, pq chegou a ser humilhante ao próprio.
    E que venha com ameaças novamente com pessoas contra essa usina para ver a revolta da população ¬¬

    ResponderExcluir
  2. E foi feita a audiência pública. E o desdenho escorria da cara lavada dos empreendedores. Apenas para cumprir protocolo, digo eu. Esquivos na hora de responder perguntas e utilizando palavras extremamente técnicas para os leigos se equivocarem. São seres escusos e obscuros que não querem nada além de cifrões. De um modo bem literal.

    Marcelo Baier

    ResponderExcluir
  3. Uma audiência Pública para "esclarecimento" onde o rumo das respostas apenas é desviado, é de causar vergonha para qualquer um... Alguém que deveria fazero melhor pela cidade e para cidade, e que pensa apenas no próprio bolso, sem dúvida é de causar vergonha e desgosto também! Até quando ligarão apenas para o dinheiro? Até quando vamos ter que conviver com isso? TODOS JUNTOS CONTRA A PCH! Lutaremos até o fim! Sem dúvida!

    ResponderExcluir