COMENTE

Sua opinião é importante. Comente, critique, sugira, participe da discussão.

domingo, 4 de setembro de 2011

OS POETAS ESTÃO LENDO POESIA?

Por Luiz Carlos Amorim – Escritor – http://www.prosapoesiaecia.xpg.com.br/



No primeiro dia da Bienal do Rio deste 2011, vejo uma entrevista com poetas da nova geração e da geração anterior, e uma coisa que uma poetisa disse coincidiu com o que eu havia dito numa crônica recente.

Dizia ela, comentando sobre o fato de poesia vender pouco, de não ser publicada pelos editores das grandes editoras que, apesar disso, é um dos gêneros mais praticados. Escreve-se muita poesia. E dizia ela que se a imensa quantidade de poetas desse imenso Brasil lessem poesia, além de escrevê-la, se comprassem livros de poesia, edições inteiras de livros desse gênero seriam esgotadas em pouquíssimo tempo. E a poesia não teria, como tem, esse estigma de maldição.

Pois eu dizia, na minha crônica, que os escritores daqui da terrinha não lêem os seus pares, não vão a lançamentos de livros de seus pares, não compram os livros de seus pares. Por isso me identifiquei tanto com a poetisa que teve a coragem de dizer, em rede nacional, que os poetas deveriam ler mais poesia, que poetas deveriam ser mais poetas.

Poesia é gênero literário mais praticado e não é de hoje. Com o advento da internet, com a democracia que ela representa na publicação da poesia que produzimos, passou-se a escrever ainda mais. É evidente que nem tudo tem qualidade, mas essa é outra história.

O fato é que existe uma quantidade muito grande de poetas, em todo lugar há poetas, quase todo mundo escreve “poemas”. Mas nem todos lêem poesia. Até por isso, talvez, a pouca qualidade de boa parte do que se produz.

Se prestigiássemos uns aos outros, indo a lançamentos, comprando livros, as publicações de poesia realmente venderiam muito mais. Mas não é só pelo fato de vender mais livros, pura e simplesmente, se bem que isso já conferiria mais respeito ao gênero. A verdade é que precisamos ler mais, ler muito. Se somos poetas, se gostamos de poesia a ponto de produzi-la, então temos que ler muita poesia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário