COMENTE

Sua opinião é importante. Comente, critique, sugira, participe da discussão.

quarta-feira, 13 de junho de 2012

GOVERNO DE SC: COMO FOI, COMO SERÁ

Por Luiz Carlos Amorim – Escritor – http://www.prosapoesiaecia.xpg.com.br/


O governador falou, hoje, em um de nossos jornais, sobre os seus dezoito meses de governo e o que vai ser feito daqui em diante. O balanço não é lá essas coisas. A saúde está um caos total, a educação também, a segurança, nem se fala. E tem mais.

Mas o governador fala em economia, reduzir gastos. Ele já falou isso, há algum tempo atrás, mas não vimos nenhuma economia. Aliás, ele fez economia, sim, não gastando com cultura, com saúde, com segurança, com educação. Então ele promete, mais uma vez, reduzir a máquina administrativa, melhorar a saúde, mudando a forma de contrato dos médicos, dar atribuições às famigeradas Secretarias Regionais, que até agora foram apenas e tão somente cabide de empregos. Já vimos essas promessas, como já disse. Será que agora serão cumpridas?

Sobre a Secretaria de Cultura e Turismo, que requer a nomeação de um secretário, ele mencionou que não convidou o atual vice-prefeito de Florianópolis para o cargo. Disse que não está tratando desse assunto. Aliás, ele parece muito despreocupado com a cultura catarinense, neste ano e meio de governo. E citar o vice-prefeito da capital como candidato à vaga de secretário não é nada bom. O que entende de cultura o tal vice-prefeito? Aliás, ele já deu mostra de grande incompetência como vice-prefeito e secretário de transportes e, além do mais, ele está pretendendo se candidatar a prefeito. Tomara que se candidate, para que não corramos o risco de que ele seja nomeado para a Secretaria de Cultura e Turismo. Ele não vai ser eleito prefeito mesmo...

A propósito, por falar na Secretaria de Cultura e Turismo, já aconteceram até manifestações públicas de segmentos da sociedade, pedindo ao governo o desmembramento dessa secretaria. A cultura precisa ter uma secretaria só para ela. Mas o governador não fala nada a respeito.

Será que haverá alguma mudança, para melhor, nesse governo catarinense?



Nenhum comentário:

Postar um comentário