COMENTE

Sua opinião é importante. Comente, critique, sugira, participe da discussão.

domingo, 14 de novembro de 2010

VISITANDO O ZOOLÓGICO

Por Luiz Carlos Amorim – Escritor – Http://www.prosapoesiaecia.xpg.com.br

Dia destes, meu sobrinho me levou ao zoológico de Balneário Camboriú, que na verdade chama-se Parque Cyro Gevaerd. A última vez que fui lá minhas filhas ainda eram pequenas, então eu já nem lembrava mais como era.
O mantenedor do Parque seria a Santur e diz-se que ele é um dos mais completos do Estado. Eu discordo, pois acho que o de Pomerode é maior, pelo menos em número de bichos. Mas é muito interessante, abriga várias espécies de animais e plantas e tem até um museu, com Sala de Fauna Marinha, Sala de Arqueologia, Sala de Fauna Terrestre e Salda de Morfologia Óssea. Até sambaquis estão lá preservados.
O parque está dividido em várias seções, como Mundo das Aves, Terrário Aquário, Tartarugário, Museu Oceanográfico e Arqueológico, do Pescador, Minicidade e minifazenda.
Gostei muito do Mundo das Aves, com grande variedade de pássaros e bem cuidado, ainda que houvesse algumas gaiolões vazios, com o mato crescendo dentro. O Aquário também é interessante, embora haja alguns nichos vazios e faltasse informação sobre os peixes e moluscos, no corredor, além de haver trechos muito escuros. A Minicidade é uma maquete muito antiga e talvez o lugar onde ela está pudesse ser ocupado por outra atração.
Aliás, espaço é o que não falta no Parque. A Minifazenda é um exemplo disso. Tem poucos animais e muitas baias vazias, com o mato crescendo dentro delas. Um cavalo que existe lá parece estar doente, pois deita no chão e parece morto. Mas tem também tigres, lhamas, leões, jacarés, emas, avestruzes, maçados, etc.
No geral o passeio é bom, há o que se ver, mas também há coisas que não deveríamos ver. A Santur, ou o Instituto Catarinense de Fauna e Flora, que segundo um banner na entrada é quem administra o parque desde 2007 e deve ser uma empresa do Estado, precisa cuidar melhor do parque. Além do que já comentei, a cobertura de metal logo na entrada do parque, onde fica a bilheteria, está com os canos de sustentação tão podres em alguns pontos que alguns já estão soltos. Aquela estrutura ameaça vir abaixo.
O Zoo de Balneário Camboriú é necessário, é muito importante que tenhamos um parque como aquele, para levar nossos filhos e netos, que moram, a maioria, em apartamentos e não conhecem nem uma galinha. Não sei se o ingresso que os visitantes pagam para visitá-lo é suficiente para mantê-lo, mas se não é, o Estado precisa contribuir para que ele seja melhor cuidado. Há animais em estado duvidoso, lá, que deveriam ter melhor assistência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário