COMENTE

Sua opinião é importante. Comente, critique, sugira, participe da discussão.

quarta-feira, 23 de março de 2011

AS MÃOS DE JOÃO E O ANIVERSÁRIOD E FLORIANÓPOLIS

Por Luiz Carlos Amorim – Escritor – Http://www.prosapoesiaecia.xpg.com.br

Esse ano a prefeitura de Florianópolis não deve ter pago quase quatro milhões para o show de aniversário que apresentou, mas valeu a pena. Muito melhor do que o show de natal do ano retrasado, que foi pago, não aconteceu e não se soube notícias de devolução do dinheiro.
Não sei quanto foi pago ao maestro João Carlos Martins e à Orquestra Filarmônica Bachiana, espero até que tenha sido alguma coisa parecida com o valor que pagaram para o show de Natal que não aconteceu. Porque João Carlos Martins deu um tremendo show para cerca de doze mil pessoas que compareceram à Beiramar Norte para comemorarem com o maestro o aniversário de Florianópolis.
Eu fico emocionado, sinceramente, de ver o estado em que estão as mãos do grande pianista e maestro, mãos abençoados, praticamente duas garras. E mesmo assim, ele ainda toca. Além de reger a orquestra, ele fez dois solos ao piano, tocou Astor Piazolla com apenas dois dedos, tocou o tema de “Cinema Paradiso” e ainda a Quinta Sinfonia de Beethoven, acompanhado pela Escola de Samba Vai-Vai. E para terminar, tocou Tom Jobim.
Ele é um monstro sagrado da música clássica e instrumental e a sua vida é um exemplo de superação. Teve problemas com uma das mãos desde muito jovem, problemas que se multiplicaram, mas não abandonou a carreira de músico, que lhe trouxe muito sucesso. A vida foi dura com ele, mas a música o manteve vivo.
Florianópolis mereceu o concerto de João. A cidade lavou a alma, combinando a sua beleza com a beleza da música que João fez ecoar pela Ilha.
Obrigado, João. Parabéns pra você.Aplaudo de pé, como aplaudiram você o público da Beiramar. Parabéns para Florianópolis. Foi um grande presente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário