COMENTE

Sua opinião é importante. Comente, critique, sugira, participe da discussão.

quarta-feira, 9 de março de 2011

O RESGATE DA LÍNGUA TUPI

Por Luiz Carlos Amorim - Escritor - http://www.prosapoesiaecia.xpg.com.br/

Escrevo para diversos jornais, no Brasil e em outros países de língua portuguesa e também para revistas de países de outras línguas, com meus poemas e textos vertidos para os respectivos idiomas. E então, fico sabendo que o editor de um dos jornais para os quais escrevo, São José em Foco, aqui da Grande Florianópolis, acabou de ter um livro publicado na França.
Ele é Ozias Alves Jr. e numa entrevista recente que leio dele, ele fala do fato de publicar lá fora e da dificuldade de publicar aqui no Brasil. Estou abordando o assunto para divulgar o trabalho do escritor e também porque tenho três livros publicados em outros países, dois publicados pela IWA, nos Estados Unidos e outro em países de língua espanhola, além de um trilingue, e como escritor brasileiro, apesar de ter publicado alguns livros por editoras, sei bem que não é fácil conseguir editar nossos livros.
O livro de Ozias, publicado pela editora francesa L´Harmattan, é "Parlons Nheengatu" (Falamos Nheengatu), um estudo sobre o idioma Nheengatu, a versão moderna da antiga língua Tupi do Brasil, que ainda é falada no Amazonas. O livro integra a coleção "Parlons", dirigida pelo linguista Michel Malherbe.
Como disse o próprio autor, “Esses livros da coleção “Parlons” são divididos em cinco partes. A primeira é a história do povo que fala o idioma. Depois vem uma gramática. A terceira parte é uma conversação breve do idioma, lições de frases do dia a dia das situações mais comuns. A quarta parte é a cultura do idioma - religião, costumes, literatura, artes etc. E a quinta e última parte trata-se do léxico. “
O livro está escrito em francês e o autor não pretende, pelo menos por enquanto, traduzi-lo para o português, pois sabe da dificuldade para conseguir uma editora e também porque ainda se lê muito pouco por aqui.
Se não é possível aqui, a prata da casa vai fazer milagre lá fora. Parabéns, Ozias, pela valorização do seu trabalho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário